Meio Ambiente

Desculpe, este conteúdo só está disponível em Espanhol Europeu e Inglês (Eua). Por uma questão de conveniência para o utilizador, o conteúdo é mostrado abaixo no idioma por omissão para este site. Pode clicar numa das ligações para mudar o site para outro idioma disponível.

Durante el segundo semestre de 2017 estudiamos la factibilidad técnica y aprobamos el proyecto de instalación de paneles solares fotovoltáicos para la generación de energía equivalente al 100% de las necesidades de Viu Manent, este proyecto significó una inversión cercana a los US $ 500 mil.

Con esta iniciativa nos transformamos en la primera Viña Chilena 100% fotovoltáica que incorpora plantas solares a todas sus áreas. En Enero de 2018 quedaran operativas las plantas que ya están instaladas en cada uno de los tres Viñedos, en la Bodega, y en el área de turismo, con una capacidad instalada total de 460 KW.

O “Programa Vinho, Mudança Climática e Biodiversidade”, é uma iniciativa científica do Instituto de Ecologia e Biodiversidade (IEB) e a Universidade Austral do Chile, cujo objetivo é mostrar a compatibilidade entre a conservação da biodiversidade e o desenvolvimento da indústria vitivinícola chilena.

 

Este programa começou em 2008, promovendo a proteção da biodiversidade do Ecossistema Mediterrâneo Chileno, o qual está sub-representado no “Sistema Nacional de Áreas Protegidas”. Os ecossistemas do Chile central, que contêm mais de 50% das espécies da flora e os vertebrados do Chile, foram fortemente impactados pela atividade humana.

 

Nossa pesquisa está centrada em compreender como as paisagens naturais podem continuar prestando serviços ambientais a esta indústria, assim como às comunidades locais, baixo um cenário de crescente impacto humano e mudança climática futura.

Na Vinícola Viu Manent, foram aplicadas as seguintes ações que contribuem para o desenvolvimento da Biodiversidade dentro de nossos vinhedos:

 

– Sensibilização em Biodiversidade: O processo começou com a sensibilização  de todas as áreas da empresa a respeito da importância de abordar ativamente estes assuntos.

Foi feito um “Seminário (dia de campo) da Biodiversidade”, onde representantes de todas as áreas da empresa conheceram e ouviram a apresentação do programa, que permitiu ver de forma prática a grande variedade de pontos e melhoras que são possíveis de abordar.

 

Foram realizadas jornadas práticas em terreno, onde cada um dos participantes pôde aprender e por em prática o que foi aprendido, para assim dar o valor que realmente tem a Biodiversidade e poder tornar extensiva sua experiência e aprendizagem para os seus círculos próximos.

 

Depois desta etapa inicial desenvolvemos uma série de ações, tais como:

  • Definição de áreas de conservação da Biodiversidade dentro de nossos vinhedos.
  • Instalação de plataformas (pousadeiros) para aves da espécie Rapaz.
  • Elaboração de um inventário de biodiversidade por profissionais do programa.
  • Programa de monitoramento de espécies daninas à fauna nativa.
  • Programas de eliminação de espécies vegetais introduzidas (aromos, eucaliptus).
  • Programa de reflorestamento com bosque nativo, em aliança com a CONAF.
  • Proliferação e conservação de corredores biológicos.

 

Todas estas medidas vão dia a dia contribuindo ao desenvolvimento da biodiversidade (flora e fauna) nativa em nossos vinhedos e pouco a pouco entregando os benefícios dos serviços ecossistêmicos que eles entregam.

Atualmente na Viníola Viu Manent, realizamos várias ações focadas no nosso compromisso com a Sustentabilidade.
Estas ações ecológicas são essenciais desde o ponto de vista legal, dado que através delas podemos cumprir com a Normativa legal vigente no Chile, além de ajudar-nos a minimizar nossas maiores fontes de emissão de gases efeito estufa (GEE).

As seguintes ações ecológicas formam parte da Melhora contínua da Gestão Integrada de Qualidade e Sustentabilidade da Vinícola Viu Manent.

Devido a que as garrafas são produzidas em altíssimas temperaturas, o processo produtivo das garrafas requer grandes quantidades de energia, causando importantes emissões de Gases efeito estufa (GEE), como consequência da queima de combustíveis. Por tanto, ao utilizar menos vidro, é gerada uma significativa redução energética na produção de cada garrafa.

Por outro lado, também é possível economizar bastante em combustível no transporte dos vinhos graças ao menor peso no transporte do carregamento de recipientes. Devido ao uso de garrafas mais leves.

O objetivo é utilizar garrafas que sejam amigáveis com o meio ambiente, de menor peso, mas sem perder sua servidão nem corpo, para ajudar a reduzir as toneladas de resíduos de vidro produzidas no mundo a cada dia.

O uso de vidro nas garrafas é a principal fonte de emissão de gases efeito estufa (GEE) em nossos processos operacionais, por tanto, a redução da quantidade de vidro utilizado a respeito dos litros engarrafados, da como resultado um impacto significativo em nossos objetivos. Para isto, o uso de garrafas mais leves (menos vidro) é fundamental.

Esperamos diminuir a cada ano, as emissões do GEE através do uso de garrafas de vidro mais leves (ecológicas).

Em nossa constante preocupação por contar com processos amigáveis com o meio ambiente, foi estabelecida uma política de gestão baseada no conceito de:

-Reduzir aplica-se ao processo de aquisição e a busca de produtos que impliquem o uso de menos embalagens e/ou que sejam elaborados a partir de materiais reciclados, recicláveis ou que gerem um menor impacto no meio ambiente, sempre considerando que sejam produtos sustentáveis.

Este conceito estamos aplicando atualmente através do uso de: Garrafas leves (menor uso de vidro) e Caixas de papelão com dimensões ajustadas (menor uso de papelão ondulado).

-Reutilizar: Se refere ao emprego daqueles resíduos que, por sua constituição, podem ser utilizados novamente em sua forma original. O objetivo é prolongar a vida útil do produto ou sua embalagem para evitar sua disposição final.

Este conceito está sendo aplicado através da: reutilização de barris de vinho sem uso, os quais são condicionados para serem utilizados como Material promocional.

Também são vendidos a particulares para serem usados em Artesanato.

-Reciclar: Se refere ao uso de um resíduo como matéria prima para ser transformado em outro produto.
Este conceito estamos aplicando atualmente através de:
Reciclagem de Vidro: (A VIU MANENT mantém a campanha de reciclagem de Vidro com CODEF, quem leva 100% do vidro quebrado ou vencido que é gerado nas operações de produção)

Reciclagem de Papelão:  Também mantemos uma campanha de reciclagem sobre o resíduo Papelão cuja disposição final é feita pela empresa SOREPA.
Reciclagem de Plásticos: além disso acrescentamos uma campanha de reciclagem de plástico, o qual é retirado pela empresa Rhecikla. Esta campanha inclui plásticos provenientes de packaging como também embalagens plásticas com lavagem tripla.

Os resíduos industriais líquidos, provenientes dos nossos processos produtivos da Planta de Processo de Vinificação e Embalagem, são tratados na nossa Planta de tratamento de resíduos industriais líquidos localizada no Lote San Carlos de Cunaco, o que nos deu a Qualificação Ambiental favorável no projeto “Sistema de Tratamento para a disposição de resíduos industriais líquidos no solo.“

Na planta, através de um tratamento primário de separação de sólidos maiores a 2 mm realizado na Adega de vinhos, os resíduos são levados pela gravidade a um filtro parabólico (câmara de recepção), posteriormente passam por um decantador (10 m3) onde é sedimentada uma fração dos sólidos suspensos dos resíduos.

Da zona de sedimentação, os resíduos líquidos são enviados diretamente para o Tanque de acumulação (600 m3), impermeabilizado e oxigenado, para sua posterior neutralização e colocação no solo.

Através deste tratamento cumpre-se a normativa ambiental aplicável e vigente na matéria.

Para a Viu Manent, a eficiência energética junto com a mudança climática são assuntos prioritários, os quais foram abordados de maneira consequente na nossa vinícola com o objetivo de diminuir as emissões de gases efeito estufa e um uso mais eficiente da energia.

 

Atualmente estamos aplicando diferentes práticas, beneficiam diretamente tanto o meio ambiente como a nossa comunidade.

– Reduzir as emissões de Gases Efeito Estufa por Eletricidade: através do uso mais eficiente da eletricidade. A cada ano esperamos diminuir a intensidade das emissões de GEE pelo uso de eletricidade na Adega de Vinhos, Campos agrícolas e Escritórios administrativos.

– Reduzir as emissões de Gases Efeito Estufa por Diesel de Processos agrícolas: através do uso mais eficiente de combustível diesel na área Agrícola. Todo ano esperamos diminuir a intensidade das emissões de GEE pelo uso de combustível diesel em Campos agrícolas.

-Eficiência energética: Em paralelo estamos participado no “Projeto Energia e Gases Efeito Estufa” que lidera o Consórcio Vinhos do Chile. Este Projeto tem como objetivo pesquisar e desenvolver ferramentas especializadas de apoio à tomada de decisões para a incorporação de tecnologias de Eficiência Energética, Energias Renováveis não Convencionais e diminuição da Emissão de Gases Efeito Estufa, nas empresas vitivinícolas.